02Set
caminhão na rodovia tranquila após ter pago as taxas de transporte de cargas

Taxas de transporte de cargas: conheça as 7 principais!

O transporte rodoviário de cargas oferece diversas vantagens para a distribuição de mercadorias no Brasil. Porém, para a realização desse feito, é preciso organização logística, que envolve taxas de transporte de cargas para que sua encomenda seja entregue com todo cuidado e exatidão. Pensando nisso, a Raízes Transportes explica detalhadamente cada uma delas. Prossiga a leitura!

Veja a lista com 7 taxas de transporte de cargas!

1- Frete peso

O frete peso está entre as mais comuns taxas de transporte de cargas. Isso porque ele correlaciona o peso da carga com a distância percorrida. Sendo assim, dentro dessa cobrança estão inclusos itens como:

  • custos diretos e indiretos com o caminhão;
  • despesas administrativas;
  • taxas de lucro.

2- Frete valor

O frete valor conhecido também como Ad Valorem incide em uma porcentagem que recai sobre o preço final na mercadoria, descrito na nota fiscal. Além disso, nessa taxa está incluso o seguro de carga, caso alguma eventualidade aconteça durante o trajeto.

3- Pedágio

O pedágio é uma das mais famosas taxas de transporte de cargas que existem, cobradas em grande parte das rodoviais. Em outras palavras, esse sistema é administrado por uma concessionária que justifica que os valores arrecadados servem para melhorias nas viais, construção de novos trechos e aumento das sinalizações nas estradas. Por outro lado, essa cobrança divide opiniões devido ao alto reajuste anual.

desenho de 4 veículos parados no pedágios sendo obrigados a pagarem as taxas de transporte de cargas

4- Taxa de dificuldade na entrega (TDE)

Esse custo tem todo o respaldo de ressarcir a transportadora por despesas extras ocasionadas pelos seguintes fatores:

  • adversidades na entrega das mercadorias;
  • dificuldade de acesso aos locais da entrega;
  • recebimento fora do horário comercial;
  • demais exigências feitas pelo cliente.

5- Taxa de restrição de trânsito (TRT)

A TRT é umas taxas de transporte de cargas que também ressarcem a empresa transportada. Porém, a diferença se aplica em arcar custos ocasionados pela restrição da circulação de veículos de cargas em alguns municípios. O que isso quer dizer? Existem algumas cidades que proíbem a circulação de caminhões durante determinado horário, consequentemente, essa regra implica na logística de entrega.

6- Gerenciamento de Risco e Segurança (GRIS)

O GRIS é um tributo cobrado acerca da gestão de riscos para transporte de cargas. Ademais, esse valor é embolsado diretamente na nota fiscal para cobrir prejuízos causados pelo roubo de cargas. Vale ressaltar que essa alíquota pode variar devido a:

  • categorias de produtos que estão sendo transportados;
  • grau de riscos das regiões que fazem parte do trajeto;
  • investimento em tecnologia para rastreamento de veículos.

7- Cubagem

caixas dentro do baú do caminhão realizando a cubagem que está dentre as taxas de transportes de cargas

A cubagem é uma das taxas de transporte de cargas que leva em consideração o peso e espaço da acomodação das mercadorias no baú do caminhão. A partir disso, a medição é realizada por metros cúbicos (altura x largura x comprimento). Sendo assim, é possível cobrar preços mais justos para clientes que querem transportar produtos leves, mas em grande quantidade, assim como para os que optaram por transportar mercadorias mais pesadas em pequenas unidades. Essa explicação se dá pela diferença entre carga fracionada e carga lotação.

Raízes Transporte: sua melhor opção em transporte de cargas!

Conheça o serviço de excelência e preço justo da Raízes Transporte. Somos uma empresa especialista no transporte de cosméticos e transporte de medicamentos.  Possuímos certificação da Anvisa. Contamos com caminhoneiros experientes que zelam pela segurança de sua carga.

Entre em contato conosco agora mesmo!

Aproveita a visita e confira outros artigos úteis em nosso blog!

Compartilhe:

Posts RecentesCategoriasTags